Pequim2008: Carter ainda sonha com a medalha de ouro nos 4x100m

 

O jamaicano Nesta Carter cumpriu com a palavra e recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS). O objetivo é reaver a medalha de ouro olímpica conquistada em Pequim, em 2008, na estafeta 4×100 metros, quando correu ao lado de, entre outros, Usain Bolt.

 

Partilhe pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado!

 

Carter acusou o metilhexanamina (descongestionante nasal e um vasoconstritor) numa análise reanalisada em 2016, agora com novos métodos. Recorde-se quer, além de Carter e Bolt, a equipa jamaicana era constituída por Michael Frater e Asafa Powell. Os quatro já devolveram as medalhas de ouro ao Comité Olímpico Internacional.

O advogado de Carter, Stuart Simpson, confirmou que o recurso foi apresentado no prazo legal, após ter sido excluída a possibilidade de uma contestação conjunta de toda a equipa.

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos