Liga Running pretende unir comunidade da Corrida

Colocar um país inteiro a correr, este é o principal objetivo da Liga Allianz Running Record, apresentado esta quarta-feira no Centro de Alto Rendimento de Atletismo do Centro Desportivo Nacional do Jamor, em Lisboa, e com o apoio da Federação Portuguesa de Atletismo. No total, 18 provas percorrerão Portugal continental em 2017, seja em asfalto ou em Trail, a primeira já este domingo, o Grande Prémio da Cidade de Montemor. No final, em janeiro de 2018, e depois de muitos quilómetros, uma prova Master concluirá esta iniciativa, que pretende dar um novo impulso ao já badalado Mundo da Corrida.

 

Na apresentação da Liga Allianz Running Record ficou claro o principal objetivo desta inovadora iniciativa no nosso país: criar uma enorme comunidade de corredores, dinamizando a mesma com o intuito de aproximar todos os seus membros.

No evento foi salientado a “explosão” do número de provas existentes neste momento no nosso país, com a consequente baixa de qualidade por parte de alguns organizadores. Para evitar esse facto, que pode inclusive afastar os corredores da própria modalidade, as provas da Liga Allianz Running Record podem se tornar no futuro uma espécie de “selo de qualidade” no mercado, já que as provas cumprem com os principais requisitos exigidos pela Federação Portuguesa de Atletismo.

«É necessário criar condições de sustentabilidade para o circuito de provas Pro-Am de Running», destacou o apresentador no Jamor.

LEIA TAMBÉM
O calendário da Liga Running

Deste modo, a Liga Allianz Running Record está assente em três pilares: desporto, conteúdo e activação.

O primeiro acaba por justificar a afiliação do jornal Record, como admitiu o seu diretor, António Magalhães:

«Faz sentido para nós, jornal desportivo, fazermos parte deste projeto, ainda mais tendo uma vertente desportiva, como é o caso da criação da Liga. Mas este projeto vai mais além da competição, já que promove a atividade física, e a todo o país. A Liga Allianz Running Record comprova assim que somos muito mais do que um simples jornal, felizmente essa fronteira já foi ultrapassada há alguns anos (…) Hoje é dado o tiro de partida, o que pretendemos é colocar todo um país a correr.»

O segundo pilar, assente no conteúdo, estará disponibilizado no denominado “clube digital”, onde a comunidade da Liga Allianz Running Record poderá encontrar uma variedade de temas e informação sobre a modalidade, desde treinos, nutrição, equipamento, etc. Além, obviamente, das informações específicas de cada uma das 18 provas que perfazem a Liga Allianz Running Record.

O último pilar, a denominada ativação, é um enorme espaço físico que acompanhará todas as provas do calendário da liga. No total, serão cerca de 300 m2 onde todos, atletas e acompanhantes, poderão encontrar um espaço dirigido para a competição (com massagen, por exemplo) e o lazer (espetáculos, simulador de golfe, quem tem o pontapé mais forte, etc.). Uma espécie de FunPark, como acontece nas grandes competições de futebol, como Portugal vivenciou no Europeu que organizou.

Logo da Liga Running

Quem parece estar satisfeito com esta iniciativa é, naturalmente, o Presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, Jorge Vieira, que, no seu discurso, salientou que a sua modalidade era provavelmente a que mais praticantes tinha no país, «embora não em número de filiados, mas com potencialidade para que tal aconteça».

«Hoje é impossível andarmos na estrada e não tropeçarmos, a cada um, dois quilómetros, alguém a correr

O dirigente defendeu portanto que era necessário filiar as «milhares de pessoas» que treinam regularmente e com afinco, «já que também elas são atletas, mesmo que não sejam de alta competição».

«É importante por isso juntar a qualidade com a quantidade e a quantidade com a qualidade, algo poderá ser fundamental com a Liga Allianz Running Record

Jorge Vieira não deixou de recordar os recentes feitos de Portugal no Europeu de Pista Coberta, ao mesmo tempo que se dirigiu a Fernanda Ribeiro e Carlos Lopes, presentes na apresentação.

«Há um antes e um depois do Carlos Lopes, que foi quem abriu a corrida a todos, tirou a vergonha das pessoas. Mas há também um antes e um depois da Fernanda Ribeiro, e também da Rosa Mota, que abriram esse espaço às mulheres, cada vez mais desinibidas no Desporto

Jorge Vieira defendeu ainda que a Liga Allianz Running Record garantirá muito mais qualidade aos eventos existentes no país e que organizações medianas terão de ser superiores, ao mesmo tempo que a iniciativa poderá ter o dom de aumentar a fidelização das pessoas ao Atletismo.

«Haverá mais futuro, mais bem-estar e mais saúde», concluiu.

LEIA TAMBÉM
Photo finish decide vencedor de uma corrida entre atletas de 99 e 92 anos

Opinião partilhada pelo secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, que fez questão de felicitar a criação da Liga Allianz Running Record, «que promove a atividade física e estilo de saúde saudável». O político fez questão de destacar a extensão da liga a todo Portugal continental, «algo que nem sempre acontece. É necessário que os eventos não se restrinjam apenas aos grandes centros urbanos, como Lisboa e Porto».

João Paulo Rebelo compartilhou ainda a ideia de Jorge Vieira, de que a quantidade traz também maior qualidade. «Estou convencido que mais praticantes informais, com os treinos regulares, podem se tornar atletas e depois ingressarem na alta competição. Mas estas iniciativas trazem mais praticantes ao Desporto em geral

Ou seja, todos estão confiantes do êxito da Liga Allianz Running Record, que, neste primeiro ano, terá 18 provas espalhadas por 18 distritos de Portugal continental. O evento visa todos os tipos de atletas e idades (há vários níveis de dificuldades), já que as provas serão realizadas em asfalto ou Trail, com distâncias entre os 10 e 26 km.

Tudo começará já no próximo domingo, dia 12 de março, no Grande Prémio da Cidade de Montemor (10 km). O fim será em janeiro de 2018, com uma prova Master também de 10 km, com os principais nomes da liga (definidos através de um ranking) a serem os protagonistas da corrida, que contará com alguns dos principais nomes do Atletismo nacional.

Agora é calçar os ténis e… correr!

LEIA TAMBÉM
Os 10 mandamentos na preparação para uma prova de 10 km

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos