«Futurecraft 3D» promete revolucionar o Mundo da Corrida. ««Futurec…» o quê?

adidas3d

«Futurecraft 3D». Este é o nome do que poderá ser a próxima revolução no Mundo da Corrida. E o que é o «Futurecraft 3D»? Leia o artigo para saber…

 

Partilhe a nossa página pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado! 

 

Segundo o novo projeto da Adidas, em breve será possível sair das lojas de corrida com um ténis e uma palmilha perfeita para o nosso tipo de passada obtida através de uma impressora 3D, fruto da tecnologia «Futurecraft 3D». Ou seja, algo absolutamente revolucionário tendo em vista a luta contra as lesões.

Não podemos ignorar que nem todos os pés são iguais e portanto é absolutamente fundamental personalizar ao máximo a passada dos corredores, com a «Futurecraft 3D» a garantir a individualidade dos ténis, mas, principalmente, das palmilhas.

A Adidas trabalha em conjunto com a empresa belga Materialise. De referir que a «Futurecraft 3D» está ainda em fase de estudo, mas, ao que tudo indica, esse será o caminho a seguir pela indústria, ou seja, a recolha de todos os detalhes da nossa passada (pressão, ajuste, contorno, etc.), oferecendo depois uma palmilha e um ténis absolutamente ajustados aos nossos pés.

Quem pensou que, um dia, iríamos “imprimir” os nossos ténis?…

 

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos