Ester Alves vence última etapa e garante último lugar do pódio na The Coastal Challenge

 

Ester Alves, da Salomon Suunto Portugal, conseguiu superar a pressão de Elizabet Barnes na sexta e última etapa da The Coastal Challenge  (236 quilómetros com 10 000 metros de desnível positivo), na Costa Rica, e assegurou o terceiro lugar da prova, que ganhou no ano passado. A vencedora da edição de 2017 foi Anna Frost, seguida por Anna Comet.

 

Partilhe pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado!

 

Após dois terceiro e quarto lugares, Ester Alves voltou a vencer uma etapa da The Coastal Challenge, algo que aconteceu na quinta-feira. Hoje, a portuguesa terminou a última etapa com o tempo de 2h23m41 e beneficiou do dia menos positivo de Barnes, sétima, com o registo de 2h52m00. As duas atletas lutavam pelo último lugar do pódio, que foi ganho de forma gloriosa por Ester Alves.

«Estou muito feliz com o resultado. Este ano consegui desfrutar mais do que no ano passado, senti-me bem e estou cada vez mais motivada por saber que tenho força e resistência para enfrentar o deserto», afirmou Ester Alves, que em abril participará da Marathon des Sables. «Estar lado a lado com estes grandes nomes do trail feminino também foi muito motivante.»

Anna Frost confirmou o seu favoritismo e controlou a etapa de hoje para confirmar a sua vitória na classificação geral. “Ameaçada” por Anna Comet, Frost correu em 2h32m36, enquanto a sua rival de hoje terminou a etapa com o tempo de 2h32m33.

O percurso da The Coastal Challenge decorre dentro e fora de Talamanca, cordilheira costeira no canto sudoeste da Costa Rica. Os atletas partem da cidade de Quepos e terminam no Parque Nacional Corcovado, Património Mundial da Unesco.

RESULTADOS

Pódio Feminino
Anna Frost – 27h08m41
Anna Comet – 27h58m54
Ester Alves – 28h23m27

Pódio Masculino
Tom Owens – 22h29m45
José Manuel Martinez – 23h43m36
Jason Shlarb – 24h34m57

 

LEIA TAMBÉM:

Ester Alves vence penúltima etapa da The Coastal Challenge

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos