Corre uma Meia-maratona em menos de 2h00? Ele correu. Com 85 anos…

ed

Ed Whitlock, de 85 anos, conseguiu mais um feito esta semana, concretamente na Waterloo Half Marathon no passado domingo, quando correu a Meia-maratona em menos de… 2h00!!!

 

Partilhe pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado! 

 

Oriundo do Canadá, Whitlock é uma referência no seu país, mas não só. Na Waterloo Half Marathon, este simpático corredor terminou a prova com o tempo de 1h50m47, ou seja, apresentou um impressionante ritmo de 5m17/km. Com este resultado, Whitlock superou o registo mundial do alemão Gerg Gabril, que era de 2h00m05, alcançado em 2006.

«Esperava correr um pouco mais rápido», referiu à CTV News.

De referir que Whitlock é detentor de inúmeros recordes do mundo em diferentes faixas etárias e distâncias. Por exemplo, para pessoas com mais de 70 anos, o recorde do mundo da Maratona está na sua posse, concretamente com o tempo de 2h54m48 (alcançou o impressionante feito aos 73 anos).

O seu objetivo agora é estabelecer mais um recorde do mundo na Maratona, para pessoas com 85 anos ou mais. Lloyd Young, com 5h00m25, pode começar a tremer…

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos