Bolt pode reaver a medalha olímpica que perdeu

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) analisará o apelo do jamaicano Nesta Carter no próximo dia 15 de novembro. Recorde-se que o velocista foi acusado do uso de doping nos Jogos Olímpicos de Pequim2008, o que fez com que a Jamaica, com Usain Bolt na equipa, perdesse a medalha de ouro conquistada nos 4×100 metros.

 

Devido a uma reanálise à amostra de urina de Nesta Carter, que acusou dimetilamilamina, todos os elementos da equipa jamaicana (além de Carter e Bolt, também Michael Frater e Asafa Powell) perderam a medalha de ouro nos Jogos Olímpico de Pequim, na ocasião com um mundial, concretamente de 37s10.

Recorde-se que esta é a única “derrota” de Bolt nos Jogos Olímpicos (leia aqui um especial sobre o jamaicano), que, no seu historial, alcançou oito medalhas de ouro. A audiência está agendada para 15 de novembro, com as decisões a serem reveladas poucas semanas depois.

LEIA TAMBÉM

Pequim2008: Carter ainda sonha com a medalha de ouro nos 4x100m

Bolt perde uma das suas nove medalhas de ouro olímpicas devido ao doping de Carter

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos