Atletas do Sporting dominam S. Silvestre em terras do Dragão

ssilvetreporto

Rui Teixeira e Sara Moreira, ambos atletas do Sporting, foram os vencedores da São Silvestre do Porto, na distância de 10 km. A prova nortenha teve, entre os seus participantes, dois ex-ciclistas profissionais, entre eles o vencedor da Volta a França em 2006, Óscar Pereiro.

 

Partilhe pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado! 

 

Rui Teixeira registou 30m14 e conseguiu derrotar finalmente Rui Pedro Silva, do Benfica, vencedor por seis vezes consecutivas da prova (30m31). Na terceira posição ficou José Moreira, também do Sporting, com 30m40.

No feminino, Sara Moreira, com o tempo de 33m43, superou Mónica Silva, do Benfica (34m59), e Doroteia Teixeira, do Amigos da Montanha (35m36).

Nota ainda para as presenças dos ciclistas Óscar Pereiro, vencedor da Volta a França de 2006, e José Azevedo, atual diretor desportivo da equipa russa Katusha e profissional entre 1994 e 2008 (alcançou o quinto lugar do Tour 2004). O espanhol terminou com o tempo de 45m00 e o português com o registo de 39m07.

LEIA TAMBÉM:

Hermano Ferreira vence São Silvestre de Lisboa e Homens derrotam Mulheres

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos