As medalhas continuam a ser distribuídas no dia 20 de agosto

rio2016

A ambicionada inédita medalha de ouro do Brasil no futebol masculino marcou o dia dos Jogos Olímpicos. Nota também para a dobradinha de Mo farah. Depois dos 10 mil metros, o britânico alcançou o triunfo nos 5000 metros, apesar do forte ataque dos rivais. No basquetebol feminino, os Estados Unidos alcançaram a sua sexta medalha de ouro consecutiva…

 

Canoagem, K1 200 m (masc)
OURO: Liam Heath (GB)
PRATA: Maxime Beaumont (FRA)
BRONZE: Ronny Rauhe (ALE) e Saul Craviotto (ESP)

 

Canoagem, C2 1.000 m (masc)
OURO: Alemanha (Sebastian Brendel/Jan Vandrey)
PRATA: Brasil (Erlon De Souza Silva/Isaquias Queiroz Dos Santos)
BRONZE: Ucrânia (Dmytro Ianchuk/Taras Mishchuk)

 

Canoagem, K4 500 m (fem)
OURO: Hungria (Gabriella Szabo/Danuta Kozak/Tamara Csipes/Krisztina Fazekas-Zur)
PRATA: Alemanha (Sabrina Hering/Franzi Weber/Steffi Kriegerstein/Tina Dietze)
BRONZE: Bielorrússia (Marharyta Makhneva/Nadzeya Liapeshka/Volha Khudzenka/Maryna Litvinchuk)

 

Canoagem, K4 1.000 m (masc)
OURO: Alemanha (Max Rendschmidt/Tom Liebscher/Max Hoff/Marcus Gross)
PRATA: Eslováquia (Denis Mysak/Erik Vlcek/Juraj Tarr/Tibor Linka)
BRONZE: República Checa (Daniel Havel/Lukas Trefil/Josef Dostal/Jan Sterba)

 

Badminton, singulares (masc)
OURO: Chen Long (CHN)
PRATA: Lee Chong Wei (MAL)
BRONZE: Viktor Axelsen (DIN)

 

Triatlo (fem)
OURO: Gwen Jorgensen (EUA)
PRATA: Nicola Spirig Hug (SUI)
BRONZE: Vicky Holland (GB)

 

Golfe (fem)
OURO: Park In-bee (COR)
PRATA: Lydia Ko (NZL)
BRONZE: Feng Shanshan (CHN)

 

Boxe, 51 kg (fem)
OURO: Nicola Adams (GB)
PRATA: Sarah Ourahmoune (FRA)
BRONZE: Ren Cancan (CHN) e Ingrit Lorena Valencia (COL)

 

Ciclismo/BTT, cross-country (fem)
OURO: Jenny Rissveds (SUE)
PRATA: Maja Wloszczowska (POL)
BRONZE: Catharine Pendrel (CAN)

 

Boxe, 56 kg (masc)
OURO: Robeisy Ramirez (CUB)
PRATA: Shakur Stevenson (EUA)
BRONZE: Murodjon Akhmadaliev (UZB) e Vladimir Nikitin (RUS)

 

Boxe, 75 kg (masc)
OURO: Arlen Lopez (CUB)
PRATA: Bektemir Melikuziev (UZB)
BRONZE: Kamran Shakhsuvarly (AZB) e Misael Uziel Rodriguez (MEX)

 

Andebol (fem)
OURO: Rússia
PRATA: França
BRONZE: Noruega

 

Basquetebol (fem)
OURO: Estados Unidos
PRATA: Espanha
BRONZE: Sérvia

 

Luta livre, 86 kg (masc)
OURO: Abdulrashid Sadulaev (RUS)
PRATA: Selim Yasar (TUR)
BRONZE: Sharif Sharifov (AZB) e J’den Cox (EUA)

 

Ginástica rítima, concurso completo individual (fem)
OURO: Margarita Mamun (RUS)
PRATA: Yana Kudryavtseva (RUS)
BRONZE: Ganna Rizatdinova (UCR)

 

Saltos para a água, plataforma 10 m (masc)
OURO: Chen Aisen (CHN)
PRATA: German Saul Sanchez (MEX)
BRONZE: David Boudia (EUA)

 

Pentatlto modeno (masc)
OURO: Aleksander Lesun (RUS)
PRATA: Pavlo Tymoshchenko (UCR)
BRONZE: Ismael Marcelo Hernandez (MEX)

 

Luta livre, 125 kg (masc)
OURO: Taha Akgul (TUR)
PRATA: Komeil Nemat Ghasemi (IRA)
BRONZE: Ibrahim Saidau (BIE) e Geno Petriashvili (GEO)

 

Polo-aquático (masc)
OURO: Sérvia
PRATA: Croácia
BRONZE: Itália

 

Futebol (masc)
OURO: Brasil
PRATA: Alemanha
BRONZE: Nigéria

 

Atletismo, 1.500 m (masc)
OURO: Matthew Centrowitz (EUA)
PRATA: Taoufik Makhloufi (ALG)
BRONZE: Nicholas Willis (NZL)

 

Atletismo, 800 m (fem)
OURO: Caster Semenya (AFS)
PRATA: Francine Niyonsaba (BDI)
BRONZE: Margaret Nyairera Wambui (QUE)

 

Atletismo, 5.000 m (masc)
OURO: Mo Farah (GB)
PRATA: Pal Kipkemoi Chelimo (EUA)
BRONZE: Hagos Gebrhiwet (ETI)

 

Atletismo, salto em altura (fem)
OURO: Ruth Beitia (ESP)
PRATA: Mirela Demireva (BUL)
BRONZE: Blanka Vlasic (CRO)

 

Atletismo, dardo (masc)
OURO: Thomas Röhler (ALE)
PRATA: Julius Yego (QUE)
BRONZE: Keshorn Walcott (TRI)

 

Taekwondo, +67 kg (fem)
OURO: Shuyin Zheng (CHN)
PRATA: Maria Del Rosario Espinoza (MEX)
BRONZE: Bianca Walkden (GB) e Jackie Galloway (EUA)

 

Atletismo, 4x400m (fem)
OURO: Estados Unidos (Courtney Okolo/Natasha Hastings/Phyllis Francis/Allyson Felix/Taylor Ellis-Watson/Francena Mc Corory)
PRATA: Jamaica (Stephanie Ann Mcpherson/Anneisha Mclaughlin-Whilby/Shericka Jackson/Novlene Williams-Mills/Christine Day/Chrisann Gordon)
BRONZE: Grã-Bretanha (Eilidh Doyle/Anyika Onuora/Emily Diamond/Christine Ohuruogu/Kelly Massey)

 

Taekwondo, +80 kg (masc)
OURO: Radik Isaev (AZB)
PRATA: Abdoulrazak Issoufou Alfaga (NIG)
BRONZE: Maicon Siqueira (BRA) e Dongmin Cha (COR)

 

Atletismo, 4×400 m (masc)
OURO: Estados Unidos (Arman Hall/Tony McQuay/Gil Roberts/LaShawn Merritt/Kyle Clemons/David Verburg)
PRATA: Jamaica (Peter Matthews/Nathon Allen/Fitzroy Dunkley/Javon Francis/Rusheen Mcdonald)
BRONZE: Bahamas (Alonzo Russell/Michael Mathieu/Steven Gardiner/Chris Brown/Stephen Newbold)

 

Voleibol (fem)
OURO: China
PRATA: Sérvia
BRONZE: Estados Unidos

 

Conheça os outros campeões:

Os ouros estão a acabar no dia 19 de agosto

E no dia 18 há mais ouro, prata e bronze

Os atletas medalhados do dia 17 de agosto

Os atletas dourados do dia 16 de agosto

E as medalhas continuam a sair no dia 15 de agosto

O ouro continua a brilhar no dia 14 de agosto

Os Deuses de ouro no dia 13 de agosto

Saiba quem ganhou ouro no dia 12 de agosto

Os heróis do dia 11 de agosto

Os ouros do dia 10 de agosto

Os medalhados do dia 9 de agosto

As medalhas do dia 8 de agosto

Todas as medalhas do dia 7 de agosto

Conheça todos os medalhados do dia 6 de agosto

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos