Erro no relógio da meta engana tudo e todos em Durban na 10K CitySurfRun

O inusitado aconteceu na 10K CitySurfRun, em Durban, na África do Sul. Joshua Cheptegei, do Uganda, cruzou a meta com o relógio a registar 26m51, o segundo melhor registo de sempre nos 10 km. Todavia, o seu tempo não foi tão rápido…

 

Em Durban, muitos comemoraram o tempo de Cheptegei na 10K CitySurfRun, uma das clássicas corridas de África. Afinal, o atleta do Uganda tinha corrido a distância em cerca de 26m50, um tempo realmente fabuloso, um tempo que significaria o segundo melhor de todos os tempos.

Todavia, a desilusão surgiu pouco depois, com os juízes a revelarem o tempo oficial de Cheptegei: 27m28. No entanto, antes tinham revelado outros tempos não oficiais, algo que causou transtorno em atletas e imprensa local, que reclamaram da falta de profissionalismo. 

De referir no entanto que este é o melhor tempo de sempre de um atleta do Uganda e o mais rápido corrido na África do Sul, que era de 27m55, alcançado em Port Elizabeth há 13 anos, pelo queniano Andrew Limo.

«Vim cá para correr o mais rápido possível. Olhei para o relógio e imprimi um forte ritmo na segunda metade», revelou o medalhista de prata nos 10 mil metros do último Mundial de Atletismo, em Londres, em agosto último. «mas estou muito feliz. Estabeleci o recorde nacional do meu país e a minha melhor marca. Esta prova provou que é possível organizar grandes provas em África. Espero regressar no próximo ano.» 

Atrás de Cheptegei ficaram Stephen Kissa (28m04) e Julien Wanders (28m12).

Nas mulheres, triunfo da jovem Mercyline Chelangat, de apenas 19 anos e também ela oriunda do Uganda. Correu os 10 km em 31m37, novo recorde do seu país, 10 segundos mais rápida que a queniana Paskalia Chepkorir.

Entretanto, na Cidade do Cabo, David Manja e Jenna Challenor venceram a Gun Run Half-Marathon com os registos de 1h04m36 e 1h17m40, respetivamente.

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos