A Química da Felicidade: do Corpo também se trabalha a Mente

Uma boa preparação mental é a diferença entre o sucesso e o insucesso. No entanto, para se atingir o sucesso, a mente e o corpo devem trabalhar em conjunto, já que, um sem o outro, nada fazem. Por melhor preparado que esteja em termos mentais, se não estiver fisicamente em forma, dificilmente será possível atingir o sucesso.

 

No Mental Coaching podemos e devemos trabalhar também o corpo. Ou melhor, trabalhar a influência que o corpo tem na mente. É aqui que entram as expressões faciais. Com certeza já reparou que é no início e no fim das provas que os atletas apresentam as expressões mais alegres e bem-dispostas. Se, no início, o atleta está num estado de excitação pré-competitivo, no final temos presente a alegria do sucesso, seja por ter ganho a prova ou por ter atingido o objetivo pessoal.

Este estado de alegria e boa disposição potencia a produção das substâncias químicas definidas como o “quarteto da felicidade”: Endorfina, Serotonina, Dopamina e Oxitocina. Além de transmitirem à nossa mente que estamos felizes (e por isso mesmo tudo se torna mais fácil de fazer), também atuam como analgésico natural, potenciando ainda mais um bom desempenho (pois não existe dor).

Ora, cada vez que sorrimos ou exprimimos outras expressões de felicidade, a nossa mente vai à procura de uma razão para estarmos a sorrir e, ao encontrá-la – porque encontra sempre –, dá instruções para a produção das substâncias químicas correspondentes. Então, porque não potenciar esse estado durante toda a competição, em vez de acontecer apenas no início e no final? Pois é possível, sim! E aqui estaremos, não só a trabalhar a mente como a potenciar e a aumentar essa simbiose mente–corpo, melhorando o desempenho desportivo.

É necessário identificar o que faz cada atleta feliz

Para tal, é necessário identificar o que faz cada atleta feliz durante uma competição, já que cada um tem as suas motivações. O que para uns é importante numa prova, para outros não diz rigorosamente nada. Potenciar o que é importante, integrar esses fatores no foco da prova e ignorar o que não tem importância é o trabalho que realizamos no e com o Mental Coach.

Nesta “coisa” da preparação mental, tudo conta, tudo é importante. No entanto, haverá poucas “coisas” tão potenciadoras de um bom desempenho desportivo como a felicidade, a alegria e o prazer no que está a fazer em cada momento. Ter sucesso, ou não o ter, também passa por aqui, por unificar o corpo e a mente.

 

CONTATOS:

Jorge Boim
Sports Mental Coach

Telemóvel: 966 856 843
Email: jorgeboim@sportshypnocoach.pt
Site
Facebook

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos