A importância do descanso mental

Jorge Boim, Sports Mental Coach da Hypno Coaching, aborda no seu quarto artigo sobre o descanso mental dos atletas, sejam eles amadores ou profissionais. Se não consegue descansar quando está de férias, é necessário analisar a situação.

 

Numa altura em que a época desportiva está a terminar para muitos desportos individuais, é altura de falar sobre o descanso mental dos atletas. Curiosamente, a revista 100% Corrida deste mês (leia aqui) traz um artigo muito bom sobre o Overtraining, cuja leitura sugiro e recomendo.

Voltemos, no entanto, ao descanso mental. Com o final da época inicia-se o período de férias, altura em que o número de treinos e a sua intensidade diminui ou até é inexistente. É também altura em que alguns atletas não sabem bem o que fazer. Ressacam da falta de treinos, sentem que têm demasiado tempo livre, não têm objectivos que os orientem… Em resumo, sentem-se perdidos e desorientados.

Quando isto acontece, é importante que o atleta tenha bem presente que é comum e normal sentir-se assim. Não há mesmo nada de errado… há, sim, algo que deve ser trabalhado, já que a mente, tal como o corpo, também precisa de descanso. Comece por algo simples: defina como objectivo deste período descansar e recuperar. Nada mais que isto. Afinal de contas, está de férias.

É importante “desligar” em termos mentais

Se isto for o suficiente para si e vir que está a descansar e recuperar, óptimo, continue assim que vai estar pronto para a nova época quando a altura chegar. Se, por outro lado, continuar a ter dificuldade em relaxar e se concentrar em outras coisas, sentir falta do treino e não saber como ocupar o tempo e ressacar pela ausência de provas, nesse caso o melhor mesmo é investigar a razão por detrás disso tudo. Como sempre, os motivos, as razões, podem ser muitas e variadas.

Esta é a altura em que deve ir falar com um técnico sobre o tema e resolver a origem destas alterações que se passam na sua mente. É indispensável compreender o que está a causar estes comportamentos, estas sensações e trabalhar esse aspeto. Aprender a desligar a mente, a reforçar-se noutras coisas, a substituir umas actividades por outras com menos desgaste físico e mental, mas com a mesma satisfação, são coisas que pode trabalhar para ultrapassar esta situação.

Descansar é algo natural no ser humano. Se estamos cansados, descansamos! No caso dos atletas, descansar, recuperar não é só necessário como é de grande importância. Descansar é, aliás, tão importante como o treino. Está de férias, descanse! Se não consegue, deixe o seu feedback nos comentários ou contacte-nos por mensagem.

Boas férias e bom descanso.

 

CONTATOS:

Jorge Boim
Sports Mental Coach

Telemóvel: 966 856 843
Email: jorgeboim@sportshypnocoach.pt
Site
Facebook

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos