Como manter o foco durante as férias

beachrunning

O Verão está à “porta” e com ele vem também as tão desejadas férias. Quem não anseia o ano inteiro por este momento? As férias devem servir para relaxar e sair um pouco da rotina frenética do dia-a-dia, refere a especialista Vanda Pinto. No entanto, é perfeitamente possível ter bons momentos sem atrapalhar os habituais treinos…

 

Ajude-nos a crescer, partilhe e faça um LIKE na nossa página. Obrigado! 

 

Para os nossos corredores, sugiro que não deitem ao “lixo” todas as conquistas que alcançaram até então. Os treinos regulares são fundamentais para quem pretende melhorar a performance e uma interrupção abrupta pode ser fatal. Como tal, é necessário manter pelo menos alguma atividade física diária, bem como cuidar da alimentação. Para os que não são corredores porque o trabalho ou outras obrigações os impedem de praticar exercício físico regular, as férias podem ser uma excelente oportunidade de (re)iniciar a atividade física. Aproveitem!

De forma a facilitar, pode optar por escolher um destino de férias propício. Facilmente consegue calçar as suas sapatilhas e correr de manhã ou ao final da tarde. São as melhores alturas do dia, uma vez que o Sol não está tão forte e pode não interferir na dinâmica familiar. Se for para a praia, pode desfrutar do mar e do areal; por outro lado, se for para o campo, pode aproveitar o ar livre, as paisagens verdes, o rio, etc.; na cidade pode desfrutar de parques, praças e de ruas arborizadas.

O importante é que se exercite sem obrigação nem a necessidade de cumprir horários – está de férias!!! Apenas precisa ter vontade e determinação! Se preferir optar por fazer atividade física em família, há uma vasta escolha de exercícios para serem praticados, seja na praia, no campo ou na cidade: voleibol, raquetes, futebol, natação, bicicleta… O importante é não parar!

Os cuidados com o seu bem-estar (saúde, corpo e mente) devem ser contínuos. É possível ter o merecido descanso e ainda manter a forma! O importante mesmo é aproveitar as férias e sentir-se feliz.

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos