Conheça uma «Rotina para fortalecer o abdómen»

Editado pela Arena, «O Grande Livro de Treinos de 15 minutos», de Selene Yeager e a redação da Women´s Health, apresenta programas de 15 minutos para entrarmos em forma. Um deles é “Rotina para fortalecer o abdómen”, um circuito que promete fazer milagres pelo nosso core, uma zona fundamental para o desempenho da corrida. Deixamos aqui a primeira parte. Um quarto de hora sem descanso e uma barriga de fazer inveja todo o dia…

 

Embora o resto do corpo tenha uma forma elegante, as mulheres em forma podem ter uma curva por baixo do umbigo devido à falta de trabalho nos músculos abdominais inferiores. Os corredores e outros viciados em exercícios cardiovasculares são famosos por deixarem que a parte do meio do corpo fique mole enquanto passam horas a trabalhar as pernas. Esta rotina foi criada para activar os músculos abdominais profundos (os abdominais transversos), que cingem a cintura como um espartilho natural.

 

 

LEIA TAMBÉM
Vídeo mostra os músculos que trabalhamos quando fazemos pranchas, flexões, agachamentos…

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos