Ester Alves será “baptizada” nas provas por etapas na Costa Rica

esteralves

A The Coastal Challenge, prova de seis etapas em seis dias (230 quilómetros com 10 000 metros de desnível) ao longo da costa do Pacífico tropical da Costa Rica, terá este ano a participação da portuguesa campeã nacional de Ultra Trail e Skyrunning, Ester Alves (atleta da Salomon Suunto Portugal), que vai fazer a sua estreia em provas deste formato. «Vou finalmente testar a minha capacidade de recuperação», confessou a atleta ao CORREDORES ANÓNIMOS dias antes do início da prova, que será disputada entre 13 e 20 de fevereiro.

 

Partilhe pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado! 

 

O percurso da The Coastal Challenge é está inserido dentro e fora de Talamanca, cordilheira costeira no canto sudoeste da Costa Rica. Os atletas partem da cidade de Quepos e terminam no Parque Nacional Corcovado, Património Mundial da Unesco. A corrida conta com a prova principal, a Expedition Category (230 km), mas também com a Adventure Category (155 km). Ambas podem ser disputadas individualmente ou em equipas de três a seis elementos.

Porque disputar a The Coastal Challenge?
Fui convidada a participar na The Coastal Challenge e aceitei de imediato pelo feedback dado por outros atletas e por a prova ser realizada por etapas, ou seja, vou fazer a minha estreia em provas deste tipo. Finalmente vou testar a minha capacidade de recuperação.

Como tem corrido a prepação?
Desde setembro do ano passado tenho vindo a consolidar os treinos de Maratona. Cheguei a dezembro num pico de forma e arrisquei uma Maratona em Espanha, concretamente a Falco Trail. Tive a minha primeira vitória no paíis vizinho e, a partir desse momento, só pensei na preparação para a The Coastal Challenge.

Concretamente, poderia resumir os seus treinos?
Comecei a fazer treinos bidiários e quatro treinos longos por semana. Por exemplo, tive semanas de 140 km de corrida… Em janeiro foi-me diagnosticada um início de tendinite, resultado do excesso de carga, mas acredito que não será um impedimento para o The Coastal Challenge. Sou seguida por excelentes profissionais!

Qual a expetativa para a prova?
Tenho grandes expectativas. A prova atravessa toda a Floresta Tropical da América equatorial da Costa Rica. Vamos realizar seis etapas entre os 30 e os 46 km. Apesar do ambiente húmido de Floresta Tropical, acredito que o maior obstáculo será a recuperação para a etapa seguinte.

Já pensou na estratégia que vai utilizar, já que é a primeira vez que participa numa prova com estas caraterísticas?
Vou encontrar atletas muito experientes nestas provas, como por exemplo a vencedora da Maratona das Areias. Esse vai ser o meu foco, procurar estar ao nível dessas atletas na terceira ou quarta etapa. Esperem por mim a partir da quarta etapa…

Com a The Coastal Challenge começa a sua temporada 2106. Como será o restante ano?
O resto da época vai rondar o World Tour e a Skyrunning… Mas tinha de correr esta prova, testar as minhas capacidades.

esteralves1

  • Fotos: Ian Corless
Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos