Correr 100 km não é uma mentira de 1 de abril

A segunda edição da 100K Portugal / 100 km a Correr, que consta do circuito mundial da modalidade, realiza-se já no próximo dia 1 de abril novamente em Lousada. Este ano teremos novidades como a possibilidade de fazer a prova em estafeta de quatro elementos, mas também a oportunidade de correr uma Maratona, que pode ser corrida em solitário ou em equipa de três elementos. Na primeira parte desta entrevista (a segunda será publicada ainda esta quinta-feira), João Paulo Meixedo, um dos organizadores do evento, revela alguma das novidades da prova.

 

Em relação a primeira edição, há a possibilidade de fazer os 100 km em estafeta de quatro elementos. Uma maneira de aumentar a participação na prova?
O objectivo foi o de fomentar o espírito de equipa e a convivência entre participantes. O aumento do número de atletas é uma consequência natural.

Como funcionará a estafeta? Cada um correrá 25 km?
Cada equipa é livre de gerir a prova do modo que considerar mais conveniente, não sendo obrigatório que cada atleta corra exactamente a mesma distância. A única obrigatoriedade é, em conjunto, a equipa cumprir os 100 km. No limite, poderá até haver um atleta que nem sequer chegue a dar uma volta ao circuito devido a uma lesão, por exemplo.

E como tem decorrido as inscrições? Há uma maior participação este ano?
No que respeita a atletas estrangeiros, a expectativas foram largamente superadas, contando já com sete nacionalidades. No que diz respeito ao panorama nacional, é ainda cedo para fazer uma contabilização, pois a experiência diz que é habitual existir uma afluência nos últimos dias e horas.

LEIA TAMBÉM
«100% Corrida», a nova revista digital gratuita

Estão surpreendidos com o número de inscritos estrangeiros, tendo em conta que a prova tem apenas uma edição?
Não estamos propriamente surpreendidos, pois conhecemos bem o sucesso deste tipo de prova no estrangeiro. Sendo esta a única existente em Portugal, é expectável que comece a atrair atletas de outros países.

Correr 100 km é uma mentira de 1 de abril?
A data é mera coincidência. Mantivemos a realização do evento no mesmo fim-de-semana do ano transacto e calhou neste dia.

Poderia falar sobre a prova em si? Decorre no Complexo Desportivo da Lousada, o percurso é de 2,3 km, etc.
O 100 K Portugal / 100 km a Correr é um evento desportivo de corrida de resistência, de periodicidade anual, agendado para 1 de Abril de 2017, em circuito fechado de 2,3 km no complexo desportivo de Lousada. Trata-se de uma prova pioneira em Portugal, realizada à semelhança de outras corridas de carácter idêntico espalhadas um pouco por todo o mundo. Para além da prova principal, de 100 km a correr disputada em solitário ou em equipa de quatro elementos, existirá ainda uma Maratona, que pode ser corrida em solitário ou em equipa de três elementos. A prova de 100 km foi aprovada para divulgação na Ultra Marathon Statistics e consta do circuito mundial da modalidade.

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos