Carla André treinou na sauna para enfrentar o calor da Badwater135

carlanadre

Depois da Maratona das Areias, Carla André participa em mais um desafio que ultrapassa os limites do homem comum. A gerente bancária vai ser a primeira mulher portuguesa a participar na corrida que a National Geographic considerou uma das mais duras do Mundo, a Badwater135. No total, 217 km e um calor impróprio para a Humanidade (a partida é dada na região que registou a temperatura mais alta de sempre no Mundo, 57º). Em termos de preparação, a portuguesa treinou com uma bicicleta numa sauna, por exemplo. Tudo acontecerá entre 18 e 20 de julho.

 

Partilhe pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado! 

 

Porque correr a Badwater?
A Badwater é um enorme desafio físico e mental, sendo que são esses desafios que preenchem a minha alma! Tenho um sonho antigo de correr uma ultramaratona nos Estados Unidos porque tenho ligações familiares no país. Vou concretizar dois sonhos: correr nos Estados Unidos e ter como equipa de apoio o meu irmão médico, que lá vive!

Como teve conhecimento da corrida?
É uma prova bastante conhecida, estando na lista das mais difíceis do mundo.

carlanadre1Em termos de pesquisa, o que fez para aumentar a sua informação sobre a corrida?
Muitas pesquisas na internet e alguma literatura oferecida pelo Dr. Pedro Amorim, que me ajudaram e inspiraram.

Correr a Maratona das Areias não foi loucura suficiente na sua vida?
O limite fica para além do Céu. Mas a Maratona das Areias foi uma das melhores experiências da minha vida.

Há alguma proximidade entre as duas corridas?
Ambas desafiam a mente e o corpo.

O forte calor e a distância são as principais dificuldades da prova?
Sim, serão os maiores obstáculos que terei de combater.

Como se prepara em Portugal para o forte calor que, teoricamente, vai encontrar?
Por exemplo, tive de treinar numa sauna no Holmes Place Quinta Beloura. Não foi fácil, mas é possível.

A solidão também é um “pormenor” a ter em conta. Fez alguma preparação especial?
Eu corro maioritariamente sozinha e adoro! Essa parte prepara-me a questão psicológica que terei de enfrentar para a gestão das dificuldades.

E desde quando está a se preparar para esta prova? E poderia resumir um pouco a sua preparação?
Iniciei a preparação específica há cerca de 4 meses. Resumindo, aumentei as distâncias semanais e fiz treinos específicos na sauna.

Sente orgulho por ser a primeira portuguesa a participar na prova?
Um misto de enorme responsabilidade.

Em termos de equipa de apoio, além do seu irmão, quem vai e quais as responsabilidades de cada um?
Vou contar com três elementos na minha equipa: o meu namorado, o meu irmão mais velho e um grande amigo que vive no Luxemburgo. Todos colaborarão de igual forma, alternando as suas funções, como conduzir o carro de apoio, alimentar-me, borrifar-me para refrescar, correr comigo, etc. A prova também será deles!

Qual o tempo que espera alcançar?
Apenas quero terminar, sendo que dentro do menor tempo possível que o corpo me permitir. Esta será a minha primeira participação e a prova tem tantas condicionantes que não posso antecipar qualquer tempo. Quero apenas trazer a medalha do meu sonho!

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos