Bárbara Fernandes: «No País Basco berram-te aos ouvidos o nome que levas escrito no dorsal»

Bárbara Fernandes admite que há uma discrepância de nível para as atletas estrangeiras, mas a melhor portuguesa no recente Campeonato da Europa de SkyRunning, evento englobado no Gorbeia Suzien Ternua, em Zeanuri, Espanha, acredita que há uma geração com “fome” de Trail que, dentro de 10 anos, e se houver uma política desportiva planeada, poderá aproximar ainda mais o nosso país dos melhores.

 

O que retira da prova para a sua carreira?
Foi uma experiência única em que aprendi bastante a nível desportivo, cultural e humano. Estar em sintonia com outros atletas portugueses com o objetivo de representar o nosso país é uma grande responsabilidade e sentimos sempre aquela pressão boa que nos faz dar sempre um pouco mais do que pensávamos ser possível. Foram 5 dias numa zona que respira o Trail e a montanha, em que as pessoas fazem vida ao ar livre… No País Basco privilegia-se o contato com a natureza, as crianças são levadas até ao topo da montanha, fazem-se piqueniques para ir ver os “malucos” que da corrida, berram-te aos ouvidos o nome que levas escrito no dorsal… É muito emotivo!

LEIA TAMBÉM
Muita lama e a(l)titude na estreia de Bárbara Fernandes a representar Portugal

E sentiu uma grande discrepância de valores em relação as adversárias?
Sim, claro. A maior parte delas treina e vive sempre em alta montanha ou perto de montanhas “a sério”, algumas são atletas profissionais há já muitos anos, outras são apoiadas pelas marcas e por isso têm objetivos altamente competitivos. O Trail é a vida delas. Sente-se essa discrepância, mas não fico triste por isso, pois sei que treinei o possível de acordo com as minhas limitações geográficas e físicas. Como ainda tenho poucos anos de corrida, sei que ainda posso evoluir mais e isso deixa-me motivada para continuar a trabalhar e chegar um pouco mais perto das nossas melhores atletas de Trail nacionais e, consequentemente, das estrangeiras.

Bárbara Fernandes ficou encantada com a paixão dos bascos pelo Trail
Bárbara Fernandes ficou encantada com a paixão dos bascos pelo Trail

O que é necessário mudar para estarmos ao nível dos melhores?
Na nossa geração temos alguns atletas que podem ainda dar muito que falar, mas eles também precisam de mais apoios para poderem dedicar mais do seu tempo ao treino e para poderem competir lá fora. Mas, na verdade, penso que o foco principal terá de estar nas gerações futuras em termos de formação e de treino. Há cada vez mais miúdos interessados em vir para o Trail mas não podem começar logo a fazer treinos e provas de 30 km. Por isso deve haver uma maior regulação e um enfoque maior nas competições de distâncias mais curtas para os jovens. Obviamente que há questões geográficas que nunca conseguiremos ultrapassar (não dá para “plantar” montanhas de 2000 metros em cada distrito como Espanha tem em cada província), mas penso que, se se unirem esforços, dentro de 10 anos poderemos estar mais perto dos atletas de nível mundial.

Os 10 conselhos de Bárbara Fernandes

O que diferencia o Trail do SkyRunning?
É simples… É correr onde não achavas que fosse possível, é desafiar a natureza no seu estado mais puro (seja em altitude com desníveis muito acentuados ou em trilhos altamente técnicos) em que a perícia, agilidade e a técnica são postos à prova!

Poderia dar 10 conselhos para um atleta competir em provas de SkyRunning?
1- Arranjar um treinador qualificado e conhecedor das características de Trail e Skyrunning
2- Treinar muitas horas na montanha
3- Treinar descidas técnicas de vários quilómetros
4- Treinar corrida em subidas longas, com inclinações superiores a 20%
5- Treinar subidas “de andar” durante muitos quilómetros
6- Gostar de provas técnicas e intensas
7- Fazer treino complementar de força, propriocepção e core
8- Ter um espírito mais destemido na abordagem às descidas e terrenos técnicos
9- Ir a provas de Skyrunning no estrangeiro
10- Ser federado na FCMP e participar nas nossas provas

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos