Hidratação, alimentação e descanso são as palavras de ordem de Paulo Paula

No sexto dia no Japão, onde, no domingo, vai realizar a Maratona de Fukuoka, o brasileiro Paulo Paula preferiu não se aventurar em grandes passeios. As palavras de ordem agora são hidratação, alimentação e descanso. 

Hoje realizei um treino às 6h50, já com Sol, embora com um pouco de vento. A temperatura rondava os 16°, mas com uma sensação térmica mais abaixa. Apesar do Sol, está um pouco mais frio do que nos anteriores dias.

Realizei um treino mais leve, com 2,5 km de aquecimento, um fartlek de 5 km a 1m00 e mais 2,5 km a um ritmo bastante lento, de descompressão. Regressei de imediato ao hotel e, no quarto, fiz alguns exercícios de alongamento. Depois, um pequeno-almoço bem reforçado.

Hoje decidi não me aventurar em passeios, dando primazia ao descanso. Às 18h00 participei do Congresso Técnico da Maratona de Fukuoka, onde é passado aos atletas da elite as informações sobre a prova. Tive a informação de que, mais uma vez, vou estar ao lado do atleta japonês  Sasaki Satoru, com quem fiz uma emocionante disputa final nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Também estará presente na corrida outro japonês, Yuki Kawauchi, um dos principais nomes do país em termos de popularidade, com resultados fabulosos para a quantidade de Maratonas que corre por ano (leia aqui). Ele é motivo de espanto para milhões de pessoas e motivo de estudo para milhares de profissionais devido a sua incrível resistência em provas longas num curto período de tempo.

LEIA TAMBÉM

Dia 5: Centros comercias de Fukuoka acalmam Paulo Paula para a Maratona

Dia 4: Paulo Paula entre a cama e o treino

Dia 3: Paulo Paula chega finalmente a Fukuoka após dois dias

Dia 2: Paulo Paula faz caminhada e alongamentos no corredor do avião

Dia 1: Dia de viagem, dia de treino para Paulo Paula

Nesta fase que antecede a Maratona, não há muito a fazer, somente termos cuidados com a hidratação, a alimentação e o descanso. Devido ao facto de ter dificuldade de adaptação ao fuso horário, procuro dormir todas as vezes que sinto sono, independentemente da hora. O objetivo é claro: o descanso total do corpo.

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos