Chuva, vento, nevoeiro e muito frio não demovem Filipe Custódio no UTAX

Após dois anos de espera, Filipe Custódio regressa ao UTAX para fazer finalmente a prova rainha. No segundo dia d´« A Semana… “Olha, estou de volta!», o madeirense salienta a boa primeira metade da corrida, sem dores nos pés e a tirar cerca de 1h30 ao tempo previsto. Apesar das condições meteorológicas…

 

Primeiros quilómetros muito tranquilos, seria assim durante toda a prova. A minha ideia era tentar me resguardar, já que a corrida era longa. Chegada ao primeiro abastecimento com mais algum tempo do que previsto, mas sem pressão. Abastecimento feito e saída para 15 km de sobe e desce até Povorais.

A singular beleza do UTAX
A singular beleza do UTAX

Nesta parte da prova, e até ao abastecimento de Coentral, fizemos debaixo de chuva, vento, nevoeiro e muito frio. Muitos a desistirem com problemas causados pelas condições climatéricas. Não perdi muito tempo neste abastecimento, já que não queria arrefecer. Comi uma sandes, uma polpa de fruta e bebi um chá quente. E “toca a sair” para aquecer!

Vinha agora uma descida chata e técnica, uma vez que era feita por um trilho cheio de pedra solta. Mas, no meio da conversa com os amigos Valter Guedes e Leandro Pacheco, da equipa Monte dos Amigos, lá fomos até Castanheira de Pêra, onde nos esperava um abastecimento “ultra top” da equipa de assistência deles, no qual fui tratado como se fosse um campeão.

Filipe Custódio satisfeito com o seu tempo aquando da metade da prova

Era hora de voltar a prova e seguiam-se 16 km até Talasnal, a base de vida. Subida desgastante, já com a noite em cima, mas lá fui, desta vez com a companhia do amigo Luís Gonzaga. Esta parte foi feita cheia de vontade, uma vez que tinha a minha mulher à espera e a grande amiga Mara Vieira, que tinha vindo da Madeira para acompanhar mais esta grande aventura.

 

LEIA TAMBÉM
Regressar ao UTAX para correr a prova rainha

 

Estava tudo a correr bem, a tirar cerca de 1h30 ao tempo previsto. A lesão no pé nem deu sinal de vida. «Ufaaaa!».

Era hora de comer bem, mudar de roupa e descansar mais alguns minutos. Metade da prova estava feita! Apenas mudei de camisola, uma vez que estava muito bem com as meias e sapatilhas. Era a estreia das Hoka, que passaram com distinção no exame. Quanto às meias, já não há muito a dizer das Socksby (muita qualidade).

Vamos lá atacar mais alguns quilómetros

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos