Tromsö Skyrace, a prova onde podemos correr pela mente de Kilian Jornet

jornettromso1

Nome sonante do Ultra-trail e não só, Kilian Jornet é uma referência e exemplo para milhões de corredores. Agora imagine o que seria participar numa prova concebida pela mente do espanhol? Tal já é possível. A Tromsö Skyrace realiza-se entre 31 de julho e 2 de agosto, na Noruega, em pleno período do Sol da Meia-noite. Duas provas da competição fazem parte da Skyrunner World Series, concretamente a Hamperokken SkyRace (45 km, 4600 metros de desnível positivo) e o Blamann Vertical (1.041 metros de ascensão) – as outras são uma Meia-maratona (Tromsdalstind SkyRace 21) e uma corrida infantil. Com apenas uma edição de existência (este ano decorre a segunda), a Tromsö Skyrace já é considerada uma das principais provas do calendário internacional devido a sua singular paisagem e extrema dificuldade, não fosse ela organizada por Jornet. Veja nos vídeos o que poderá encontrar.

 

Partilhe a nossa página pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado! 

 

A Tromsö Skyrace deverá reunir cerca de 600 corredores nos próximos dias, atletas profissionais e amadores que poderão desfrutar do fenómeno do Sol da meia-noite, já que Tromsö está localizada a 350 quilómetros do Círculo Polar Ártico. A prova concebida por Jornet atravessa fiordes, caminhos selvagens e glaciares, sempre em terrenos extremamente técnicos e com o mar ao fundo, num evento que tem a ecologia como fator determinante, razão pela qual o número de participantes é limitado.

No Km Vertical, no dia 31 de julho, terceira prova da SkyRunning Vertical World Series, teremos nomes como Nejc Kuhar, Remi Bonet, Pascal Egli, Thorbjorn Ludvigsen, Eirik Hauggsnes e Stian Hovind, no masculino, e Therese Sjursen, Emelie Forsberg e Mira Rai, no feminino. A prova começa no mar e apresenta um desnível positivo de 1.041 metros, até o pico da Store Blåmann.

Em relação a Hamperokken SkyRace, que faz parte do calendário da Ultra SkyRunning World Series, também grandes nomes estarão presentes, como são os casos de Eirik Haugsnes, Luis Alberto Hernando, Franco Collé e Pascal Egli, mas também Hana Krajnikova, Emelie Forsberg e Mira Rai, no feminino.

A prova passa pelas montanhas Tromsdalstind (1.238m) e Hamperokken (1.404m), por exemplo, o que exige a escalada em determinados momentos.

Na apresentação do evento, Jornet referiu que o objetivo da corrida é mostrar aos corredores do mundo a beleza das montanhas do Norte da Noruega.

«São especialmente bonitas durante o Sol da meia-noite. É o momento perfeito para desfrutar das atividades ao ar livre sem nenhum limite.»

jornettromso

 

LEIA TAMBÉM:

Veja a mais recente “loucura” de Kilian Jornet e fique sem respirar

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos