Saiba o que Meb Keflezighi jantava antes das provas

Um dos grandes nomes do Atletismo norte-americano nas últimas décadas, Meb Keflezighi, de 42 anos, despediu-se das grandes competições na recente Maratona de Nova Iorque. O maratonista revelou estes dias o que sempre comia antes dos 42,195 km…

 

No total, Keflezighi correu 26 maratonas, a primeira em 2002 (2h12m35), precisamente onde correu a última das suas 26,2 milhas (2h15m29). No seu curriculum, duas vitórias “Majors”, mais precisamente em Nova Iorque 2009 (2h09m15) e Boston 2014 (2h08m37), e uma medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004 (2h11m29), duas vitórias e uma distinção olímpica que acabaram por escrever o seu nome para sempre no desporto dos Estados Unidos.

O norte-americano protagonizou ainda uma das cenas caricatas dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, quando, após cruzar a meta (33.ª posição, 2h16m46), escorregou e caiu no chão, fazendo depois umas flexões.

 

 

Meb Keflezighi era muito cuidadoso com a alimentação

Entrevistado recentemente sobre a sua carreira, Meb, como é conhecido, revelou que, durante as Maratonas, pensava muito na sua vida, mas também nos rivais, em quem estava a liderar e nos corredores que estavam a realizar uma «bela corrida».

«O importante, sobretudo no início da nossa carreira, é corrermos o mais relaxado possível, já que uma Maratona é uma questão de paciência.»

 

LEIA TAMBÉM

Apenas 19 homens correram mais rápido do que Shalane Flanagan na Maratona de Nova Iorque

João Laranjeiro: «A Maratona de Nova Iorque é o sonho de consumo de todo o maratonista»

Geoffrey Kamworor aguenta pressão de Wilson Kipsang e vence a Maratona de Nova Iorque

 

Particularmente cuidadoso e sistemático com a nutrição, o norte-americano revelou qual era a sua alimentação na véspera das provas, Maratonas ou outras distâncias.

«Sempre jantei o mesmo na noite da véspera das provas, desde a Universidade: esparguete com almôndegas. Quando não era possível, massa de trigo ou arroz e frango.»

 Já depois da corrida, Meb Keflezighi revelou que a sua preocupação era ingerir proteína, «mas depois de um par de horas necessitava de comida de verdade: filete ou tortilha, algo quente. A proteína é importante porque o dano que fazemos ao nosso corpo é muito elevado».

Meb Keflezighi despediu-se das grandes provas na Maratona de Nova Iorque
Meb Keflezighi despediu-se das grandes provas na Maratona de Nova Iorque
Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos