Maratona de Dublin: Irlanda tem campeão nacional e popular da Maratona

Freddy Sittuk é queniano e é o mais novo campeão irlandês após terminar a recente Maratona de Dublin na quarta posição. No entanto, o local Gary O’Hanlon afirma que é ele o campeão nacional.

 

Quem é afinal o campeão nacional da Irlanda? Num país onde o tema da nacionalidade é algo recorrente, hoje discute-se no país quem é realmente o corredor que sustenta o título. Segundo os media locais, há dois: um oficial, outro popular.

Segundo as normas da federação irlandesa, qualquer corredor afiliado a um clube, residente por seis meses consecutivos na Irlanda, tem condições de disputar o título nacional. Freddy Sittuk representa o clube local Raheny Shamrock desde 2012, mas jamais deixou de regressar ao seu país, inclusive para correr nos emblemáticos campos de treino ao redor de Eldoret, na altitude de Great Rift Valley. Na Maratona de Dublin, o queniano alcançou o tempo de 2h16m05, quarto melhor registo da prova.

A insatisfação de Gary O’Hanlon

Todavia, o irlandês Gary O’Hanlon, 11.º colocado com o tempo de 2h18m52 (o seu melhor tempo pessoal), garante que é ele o campeão nacional, algo que soube que não era apenas aquando cruzou a meta. Até então, sempre acreditou que o título era seu, já que, e segundo o próprio, a estratégia que utilizou durante a corrida foi gerir os seus possíveis rivais na luta pelo campeonato nacional. O problema é que O’Hanlon não tinha conhecimento de que Sittuk tinha condições de disputar o campeonato nacional.

 

A partida da Maratona de Dublin
A partida da Maratona de Dublin

 

«Não sabia que Sittuk fazia parte do lote dos atletas que disputavam o título, só sobe dessa informação quando cruzei a linha de chegada. Tinha a certeza de que ganharia o campeonato nacional e foi com esse pensamento que corri a Maratona de Dublin. Não quero abordar muito este tema, mas esta situação abre a caixa de Pandora, já que podemos ser inundados por atletas de outros países a lutarem pelo título nacional», afirmou O’Hanlon à imprensa local.

Gary O'Hanlon e Freddy Sittuk
Gary O’Hanlon e Freddy Sittuk

«Eu sempre sonhei em ser campeão nacional e alcancei agora o meu melhor tempo de sempre por um minuto. Na minha mente, sou eu o campeão irlandês da Maratona. Nos quilómetros finais pensei muito sobre isso, a forma como iria comemorar o título, ainda mais devido ao recente nascimento do meu filho. Sinceramente, sinto que ganhei o campeonato nacional (…) Não quero parecer amargo, mas quando ouvia falar de que os quenianos “roubavam” medalhas aos outros atletas, nunca pensei que passaria por isso…»

De referir que O’Hanlon tem 43 anos e regressou há cinco anos ao Mundo da Corrida, concretamente a Maratona, após ter falhado os títulos nacionais na pista e no corta-mato quando era mais novo.

Já Sittuk, que venceu as Maratonas de Belfast (2014), Limerick e Derry (ambas em 2015) na Irlanda, acredita que conquistou justamente o título do país.

«Sim, este título é inteiramente justo. Corro para a Raheny desde 2012 e a represento também no corta-mato e na Meia-maratona, por exemplo.»

Entretanto, nas ruas, cada um escolhe o seu campeão nacional…

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos