Correr 110 km (com 6.800 D+…) dois meses depois de ser operado a um tumor cerebral

chuchiman

As grandes provas (mas também as médias e as pequenas) sempre apresentam grandes histórias. A da Ultra Pirineu (110 km, 6.800 D+) foi protagonizada por Jesús José Bernabé, de Benejúzar, último classificado, cerca de 17 horas depois do vencedor, Kilian Jornet, que terminou a sua corrida com o tempo de 12h03 (os dois juntos na foto). No total, além da distância, Chuchi, como é conhecido, deixou para trás 29h24 de prova, 170 quilos e uma operação ao cérebro devido a um tumor cerebral, realizada no passado mês de… junho!!!

 

Partilhe a nossa página pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado! 

 

chuchi2

Depois de alcançar o antepenúltimo lugar na prova em 2014, Bernabéu decidiu regressar a prova que marcou a sua vida, uma vida que não tem sido nada fácil.

Além do recente tumor cerebral, o atleta de Benejúzar chegou a pesar 170 quilos, peso que foi reduzido para 95 em 2010, quando foi alvo de uma operação ao estômago.

No entanto, estas contrariedades não impediram Chuchi de fazer o que mais gosta, correr, principalmente correr na montanha.

«Isto dá-me vida», confessou aos órgãos de comunicação social após a conclusão da Ultra Pirineu.

Como era de esperar, a chegada do espanhol foi bastante emotiva, tanto para o corredor como para o público. Os aplausos não se cansaram de ouvir. Veja aqui o momento mais marcante da prova.

chicho

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos