BRRnightRUNNERS, um grupo criado ao redor de uma mesa de esplanada

barreiro1

Depois do Guimarães Corre Corre, «A SEMANA DOS GRUPOS DE CORRIDA» do nosso site apresenta os BRRnightRUNNERS, do Barreiro, com quase dois anos de existência. O convívio entre todos é uma forte componente que se destaca do grupo, que se junta inclusive para correr provas oficiais.

 

Ajude-nos a crescer. Faça um LIKE na nossa página. Obrigado! 

 

Uma esplanada, a junção de alguns amigos, uma amena cavaqueira, a corrida como tema de conversa. Basta isso para criarmos um grupo de corrida.

«Os BRRnightRUNNERS nasceram a 19 de setembro de 2013, no Barreiro, na sequência de uma conversa de esplanada entre amigos, que tinham por hábito correr ao fim-de-semana. Éramos no início cinco e a nossa ideia era juntar homens e mulheres de todas as idades, uma vez por semana, para correr e/ou caminhar. Sempre de uma forma descontraída e bem disposta», refere Carlos Luz.

Naquele dia, a diversão marcou o primeiro treino dos BRRnightRUNNERS. Durante oito quilómetros, as brincadeiras dominaram o ritmo do grupo formado de dez pessoas, fator primordial para a criação de um bom ambiente.

«Percebemos logo pela reação das pessoas, as que correram connosco e as que nos viram passar, que o “movimento” ia ganhar novos adeptos

Hoje, os treinos têm uma média de 55/60 corredores no Inverno, número que duplica, triplica na Primavera/Verão.

«Tendo em atenção de que somos um grupo recente, duma cidade de pequena/ média dimensão e sem apoios de qualquer espécie, estamos bastante satisfeitos com a adesão do grupo, um grupo muito heterogéneo. Temos pessoas que correm há muito tempo, que treinam várias vezes por semana e que gostam de participar em provas com alguma regularidade, e outros que começaram a correr há pouco tempo e que descobriram na modalidade uma forma de fazer ou voltar a fazer exercício físico, sem rigidez de horários e mais económica, que propicia o convívio. Todos em busca de uma vida mais saudável, quer física, quer psicologicamente. No fundo, cada participante tem a sua motivação, mas todos têm um prazer comum: a prática de atividade física ao ar livre para se manter em forma, numa sociedade cada vez mais exigente a todos os níveis.»

Uma das alegrias dos BRRnightRUNNERS é terem consciência de como os locais analisam o grupo, admite Carlos Luz, quando saem para correr, às quartas-feiras, pelas 21 horas, a partir do Largo do Mercado 1.º de Maio, junto ao Parque Catarina Eufémia, próximo da estátua do industrial Alfredo da Silva. De referir no entanto que também há treinos de manhã e, às vezes, à tarde, mas em grupos mais pequenos.

barreiro

«Os barreirenses olham para nós com um sorriso nos lábios e com uma grande curiosidade. Alguns pedem inclusive para integrar o grupo e perguntam se têm de fazer alguma inscrição.»

Em relação ao trajeto, não é fixo, embora seja quase o mesmo no Inverno. Mas tudo depende dos participantes e dos seus ritmos. «Não deixamos ninguém sozinho», garante Carlos Luz. «Dividimos o grupo em vários e colocamos guias à frente, previamente identificados, tanto para a corrida, com distâncias diferentes (seis, oito ou 10 quilómetros), como para as caminhadas (quatro/cinco quilómetros).»

O objetivo não são os tempos, mas o convívio, já que o primordial do BRRnightRUNNERS é ser um espaço de boa disposição para fazer exercício ao ar livre, «sempre de forma descontraída e bem-disposta».

Carlos Luz acredita que o movimento running está a dar os primeiros passos no Barreiro, «apesar da existência de muito clubes, na sua maioria de cariz associativo, com tradição na modalidade». Para os BRRnightRUNNERS, a corrida é, antes de tudo, «prazer, um estilo de vida que ganha todos os dias novos adeptos e que não vai parar de crescer».

Crescimento que acarreta inclusive a participação em provas oficiais, já que alguns membros fazem questão de avaliar os treinos em corridas de rua.

«Participamos em várias provas, mas relembro com carinho, por exemplo, de duas em particular, já que fomos nós que organizámos, nos Natais de 2013 e 2014. O intuito foi ajudar crianças e jovens em risco de duas instituições centenárias da nossa cidade, com grandes obras na área do apoio social.»

Entre as provas oficiais e o bom convívio dos treinos, assim caminha o BRRnightRUNNERS, um grupo criado ao redor de uma mesa de uma esplanada.

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos