Tecnologia Boost comemora 5 anos com novos modelos

Há lançamentos que marcam a história da corrida. Um deles foi a tecnologia Boost, da Adidas, que este ano comemora cinco anos. A verdade é que, desde 2013, nunca mais as sapatilhas foram a mesma coisa…

 

O sistema de amortecimento divulgado pela Adidas marcou o Mundo da Corrida. Devido ao seu lançamento, em 2013, as principais marcas do meio foram literalmente obrigadas a buscar alternativas a nova tecnologia introduzida pela marca germânica, que, com o Boost, prometeu uma “devolução” de energia aos corredores a cada passada.

«Em 2013 começámos uma autêntica revolução no mundo da corrida devido ao lançamento do Energy Boost. Este lançamento alterou para sempre o futuro do running. Desde então, esta tecnologia revolucionária tem proporcionado a corredores de todo o mundo um altíssimo nível de retorno de energia, ajudando os atletas a alcançar objetivos que jamais tinham alcançado. No futuro, a tecnologia Boost seguirá a ter um papel chave no desenho dos nossos produtos: o nosso compromisso é continuar a incorporar a melhor tecnologia de amortecimento do mercado, conjuntamente com as inovações estéticas e de desenho. No próximo ano estamos a prever o relançamento de um dos nossos modelos mais marcantes de sempre», revelou Matthias Amm, engenheiro de sapatilhas da Adidas Running, num comunicado de imprensa.

Boost com novos modelos

Para comemorar estes cinco anos de êxito, a Adidas resolveu lançar três novos modelos, para satisfação dos apreciadores da marca: Energy Boost OG, Energy Boost e UltraBoost LTD (recorde-se que o modelo Energy foi o primeiro a incorporar a tecnologia Boost na sola intermédia).

Os três modelos apresentam ainda outras caraterísticas:

  • Torsion System, que permite uma pisada mais suave e com um maior suporte

 

  • Techfit atualizado com um apoio elástico no “upper” para garantir um melhor suporte do antepé

 

  • Stretchweb, com sola de borracha Continental, oferecendo uma maior segurança e flexibilidade

 

  • Mais Boost. A Energy apresenta 85% de Boost para garantir um maior retorno de energia

 

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos