Atriz de «A Guerra dos Tronos» correu a Maratona de Londres e não gostou do seu tempo

dormer

A estreia da sexta temporada de «A Guerra dos Tronos» aconteceu na segunda-feira em Portugal. No entanto, no domingo, a atriz Natalie Dormer, a Margaery Tyrell da emblemática série da HBO, foi correr a Maratona de Londres.

 

Partilhe pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado!

 

Natalie Dormer terminou a prova com o tempo de 03h51m21, um registo que não a agradou, já que, em 2014, na mesma prova, foi 24 segundos mais rápida.

«Estou um pouco desiludida», confessou a atriz britânica, de 34 anos, que minimizou no entanto a sua “tristeza”, já que correu por uma causa, concretamente a angariação de fundos para a NSPCC. De referir que Dormer arrecadou, sozinha, cerca de 6400 euros para a causa que a fez correr novamente a Maratona de Londres.

dormer1

«Estou aqui hoje pelas três mil crianças que entram em contato com a ChildLine, todos os dias. Infelizmente, não temos dinheiro suficiente para conversar com cada uma delas e é necessário alertar as pessoas para esta causa.»

 

LEIA TAMBÉM:
Jéssica Augusto termina no Top 10 da Maratona de Londres mas falha Jogos Olímpicos do Rio

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos